Uma mensagem de esperança durante a pandemia do coronavírus

por | mar 11, 2022 | Blog, Notícias e Atualizações | 1 Comentário

Nota do editor: Esta reflexão sobre encontrar esperança na pandemia de COVID-19 foi originalmente publicada em abril de 2020. Nós a republicamos em 11 de março de 2022, exatamente dois anos após a OMS ter declarado o início da pandemia.

Queridas irmãs e irmãos, Deus é bom!

Recebemos recentemente uma carta de nosso Ministro Geral pedindo orações pelos nossos freis que contraíram o coronavírus fatal. Foi então que caiu a ficha da realidade desta pandemia do COVID-19, quando eu soube que nossos amados foram afetados diretamente.

De fato, ninguém discute que o impacto do coronavírus é algo que nunca experimentamos antes. Um inimigo invisível, mortal e sem fronteiras. O mundo está realmente experimentando uma pandemia que passa por cima de muitas coisas caras para nós humanos: família, cultura, economia, fronteiras e sistemas políticos.

Dentro de semanas, apesar dos esforços, o coronavírus cobriu o mundo todo. Somos confrontados mais uma vez com a fragilidade de nossas vidas, e mais uma vez recordamos nossa humanidade comum e nossa condição comum com as criaturas sob um único Deus (São Francisco de Assis), aquilo que o Papa Francisco chama de ecologia integral na Laudato Si’. Portanto, somos seres interrelacionados, interligados e inter-dependentes.

Crie esperança na sua comunidade sendo Animador/a Laudato Si’! As inscrições se encerram em breve.

O que está acontecendo nas Américas está também passando na África, o que está acontecendo na Ásia também está passando na Europa, e por aí vai. Isto indica que as pessoas do mundo são nossos irmãos e irmãs, somos todos uma só família de Deus.

O que acontece com apenas alguns de nós acaba tendo um impacto sobre todos nós. O nosso mundo precisa da intervenção urgente de Deus e de uma solução integral que engloba toda a criação.

De fato, devemos examinar as nossas consciências, voltar a Deus e tratarmos uns aos outros com amor. As perguntas que todos nos fazemos são “Por que nós? Por que agora? Onde está Deus?”

Qual é o melhor caminho para o amor, a paz, a felicidade e a vida abundante? O profeta Oséias responde a esta questão para a sua comunidade religiosa, o povo de Israel. O povo de Oséias vivia numa época de ansiedade econômica e medo entre as nações.

Lidere sua comunidade na salvação da criação de Deus: torne-se hoje mesmo Animador/a Laudato Si’!

Eles foram tentados a colocar a segurança em suas possessões e alianças políticas com outras nações ao invés de confiar em Deus. Oséias chamou o povo para retornar a Deus para receber o perdão, a cura e a restauração.

Ele os recordou que Deus iria “curar a sua infidelidade e amar de todo o coração” (Oséias 14,4). Os caminhos de Deus são retos e a sua sabedoria traz força e bênção para aqueles que o obedecem.

No Evangelho, apesar dos sofrimentos e das dificuldades, devemos sempre recorrer a Deus, pois Ele é amor.

O que Deus nos pede? Apenas que amemos como Ele ama! Deus é amor, e tudo que o nosso Criador faz transborda do seu amor por nós (1 João 4,7-21). O amor de Deus vem em primeiro lugar e o amor ao próximo está fundamentado no amor por Deus. (Marcos 12,30-31). A fé em Deus e a esperança em suas promessas nos fortalecem no amor a Deus e no cuidado com o nosso próximo.

Deus não nos abandona; Deus está conosco, mesmo neste tempo de provações e desafios. Neste momento, é importante ancorar os nossos corações na esperança que temos em Jesus Cristo. Agora é a hora de intensificar as nossas orações e sacrifícios pelo amor a Deus e amor ao próximo.

Jesus experimentou toda a profundidade do sofrimento humano. O Senhor sofreu e morreu por nós e para a nossa salvação e, não importa o que nos aconteça, seja doenças seja tribulações, a nossa esperança no amor de Jesus não nos decepciona.

Vamos achar a graça de unir os nossos sofrimentos aos de Jesus e, conforme o fazemos, vamos perceber algo da profundidade e beleza do amor de Deus por nós.

O crescimento na santidade não acontece apenas quando as coisas estão calmas e pacíficas; muitas vezes crescemos na semelhança a Deus quando somos chamados a amar de modo extraordinário, assim como estamos sendo desafiados nestes dias.

Como seguidores de Cristo e membros de uma comunidade, o corpo de Cristo, para manter a nossa saúde espiritual no meio desta crise, devemos continuar amando e buscando a nossa vida de oração para nutrir a nossa fé e manter a nossa esperança.

Reservemos um tempo para oração pessoal. É importante derramar os nossos corações em oração e súplica.

Junte-se à Quaresma Laudato Si’ 2022 e continue a jornada de conversão ecológica com este movimento

Unidos ao nosso Santo Papa Francisco, oramos em solidariedade pelos nossos irmãos e irmãs aqui e ao redor do mundo que estão doentes. Devemos rezar por aqueles que atualmente estão enfrentando o vírus, aqueles vivendo com medo e ansiedade, aqueles isolados, aqueles que sofrem e os que já se foram.

Enquanto rezamos pelas nossas famílias e amados, oremos com vigor pelos pesquisadores e profissionais da saúde, e por aqueles que precisam tomar difíceis decisões públicas neste tempo de crise.

Não nos esqueçamos dos pobres, dos necessitados e dos vulneráveis, especialmente aqueles que não têm acesso a um sistema de saúde adequado. Quando confiamos as nossas necessidades ao Senhor com oração de coração sincero, crescemos na confiança do amor providencial de Deus.

Brother Benedict Ayodi, OFM
Brother Benedict Ayodi, OFM

O Ir. Benedict Ayodi atua como Gerente de Programa para a África. Trabalhou anteriormente como diretor do escritório de Justiça, Paz e Integridade da Criação (JPIC) na Cúria Geral dos Franciscanos Capuchinhos em Roma. Também trabalhou como diretor regional da DPI – Damietta Peace Initiative (Iniciativa de Paz de Damietta), um projeto comunitário de cultura de paz que promove os valores de justiça, paz, diálogo inter-religioso e cuidado com o meio ambiente na África. Como frade franciscano capuchinho, Benedict segue os passos de São Francisco, cuidando da natureza e defendendo a justiça climática. Atualmente reside em Nairóbi, no Quênia.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
1 Comment
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Nuno Miguel Vital
6 meses atrás

Realmente este Vírus veio para mostrar o quanto somos frágeis, somente Deus e Nossa Senhora para nos salvar. Peço Deus que Proteja nossos freis, nossas familias e amigos, principalmente os mais necessitados. Amém!