Vivendo a sinodalidade como Movimento Laudato Si’

por | jun 14, 2022 | Blog, Notícias e Atualizações | 0 Comentários

O que é sinodalidade?

Sinodalidade significa caminhar juntos como Povo de Deus. Indica uma maneira de ouvir cada pessoa individualmente como membro da Igreja para entender como Deus pode estar falando com todos nós. Dessa forma, a sinodalidade nos lembra da obra do Espírito Santo através de cada um de nós e por meio de todos nós trabalhando em conjunto para a nossa missão comum. 

Desde o início do seu pontificado, o Papa Francisco vem destacando a importância de cultivar a sinodalidade em nossa Igreja. Em suas próprias palavras, a sinodalidade “é precisamente o caminho que Deus espera da Igreja do terceiro milênio” porque é uma “dimensão constitutiva da Igreja”. É por isso que o Papa Francisco pediu um Sínodo sobre a Sinodalidade, que vem acontecendo desde 2021 e vai até 2023.

O apelo do Papa Francisco para que nos concentremos na sinodalidade é um chamado para restaurar e aprofundar nossas raízes como Povo de Deus caminhando juntos numa missão comum, como seguidores do Caminho, Jesus Cristo. Inspirado e motivado por esta jornada que nossa Igreja está empreendendo neste momento, o Movimento Laudato Si’ também passará por um processo sinodal durante o ano de 2022 para avaliar e aprofundar sua própria sinodalidade em comunhão com a Igreja Católica.

Por que o  Movimento Laudato Si’ está focando na sinodalidade?

A sinodalidade é uma parte central de quem somos, como refletido em nossa declaração de identidade:

Um movimento liderado pelo Espírito que reúne os católicos e católicas para cumprir a sua missão. O movimento reúne uma ampla gama de organizações católicas e membros de base do mundo todo. Esses membros caminham juntos em sinodalidade e comunhão com a Igreja universal por um caminho de conversão ecológica.

Almejando a unidade na diversidade, as organizações membros e os membros de base se reúnem para rezar, colaborar e se mobilizar em resposta ao “grito da terra e o grito dos pobres”. Guiados por um espírito de subsidiariedade, quando o momento e o contexto forem adequados, juntos eles criam ou passam a integrar os Círculos e Capítulos locais, e se conectam com o movimento global em uma ampla gama de iniciativas para viver a Laudato Si’.

Processo sinodal do Movimento Laudato Si’ 2022

Ao longo de 2022, o Movimento Laudato Si’ refletirá sobre como podemos aprofundar nossa jornada sinodal como movimento e em comunhão com a Igreja, de forma mais abrangente, engajada no Sínodo sobre a Sinodalidade. Como parte desta reflexão de um ano, faremos um processo de consulta pública e reflexão que resultará num documento, o qual será entregue ao Sínodo sobre a Sinodalidade até agosto de 2022, e uma declaração dos princípios do Movimento Laudato Si’ relacionados à sinodalidade, a ser finalizado em dezembro de 2022.

Este processo será composto por sessões de escuta, organizadas pelos Círculos Laudato Si’ e Capítulos do Movimento Laudato Si’ em todas as regiões onde este movimento está ativo, além de uma pesquisa online aberta a toda a nossa rede.

Este processo permitirá que a experiência da sinodalidade seja vivida por todos os membros do movimento, que terão a oportunidade de participar de encontros para reflexão sobre suas experiências e expectativas em relação à missão do Movimento Laudato Si’, em comunhão com a Igreja. Da mesma forma, eles poderão se expressar por meio da pesquisa que avaliará como veem a sinodalidade em relação aos objetivos estratégicos do Movimento Laudato Si’: Conversão Ecológica, Mobilização Profética e Estilos de vida Sustentáveis.

Os resultados do nosso processo sinodal de 2022 também serão revisados à luz da exortação pós-sinodal do Papa Francisco, que deverá ser divulgada após o Sínodo sobre a Sinodalidade. Assim, o Movimento Laudato Si’ procura continuar seu caminho de aprofundamento de sua sinodalidade, melhorando a capacidade de escuta e caminhando juntos para cuidar da nossa casa comum, sempre a serviço da Igreja Católica e em comunhão com ela.

A sinodalidade ao longo da história do Movimento Laudato Si’

A sinodalidade está presente no Movimento Laudato Si’ desde sua fundação e cresce no mesmo ritmo em que o nosso movimento busca aprofundar sua capacidade de ouvir e caminhar juntos. Nosso movimento nasceu em 2015 como fruto de um kairós, momento oportuno do lançamento da encíclica Laudato Si’ e do Acordo Climático de Paris. Logo de início, a fundação do Movimento Católico Global pelo Clima, como então nos chamávamos, estava enraizada em profundos valores sinodais.

Entre os membros fundadores já havia a prática do diálogo intergeracional, simbolizado pelo jovem Tomás Insua, que fundava o movimento junto com representantes mais velhos. Isso ganhou novas proporções com o lançamento da Geração Laudato Si’ na Jornada Mundial da Juventude Panamá, em 2019.

Os fundadores também simbolizavam a unidade na diversidade através da presença de tantos carismas diferentes de várias congregações, incluindo franciscanos, missionários de São Columbano e Irmãs de Misericórdia, além de diferentes vocações com grande respeito pela maioria de leigos e leigas. A cada ano, aumenta a presença de diferentes congregações e movimentos leigos por meio de novos parceiros e Organizações Membros, bem como o engajamento na Rede de Oração pelo Cuidado da Criação.

À medida que nosso movimento crescia, a presença de jovens, mulheres, fiéis leigos e pessoas de contextos vulneráveis ​​no Sul Global ficava cada vez mais evidente não apenas na equipe que aumentava, mas também nos ramos crescentes de Animadores Laudato Si’. Sempre guiado pelo Espírito Santo no compromisso de dar vida à Laudato Si’, nosso movimento passou a compreender sua própria complexidade: somos um movimento híbrido composto de bases e polos unidos pela missão comum de cuidar da nossa casa comum no espírito da ecologia integral.

Um exemplo claro de sinodalidade presente em nossa história é nosso processo de mudança de nome do movimento. Conforme indicado em nossa declaração de mudança de nome, passamos por uma série de sessões de escuta e etapas de consulta com todas as suas ramificações e níveis de representação. O objetivo principal foi discutir a intenção de mudar nosso nome e esclarecer nossa missão, valores e estrutura, mas garantindo que todos fossem incluídos nesse processo decisório. 

A importância de ouvir todos os seus ramos é reconhecida como uma necessidade fundamental para o Movimento Laudato Si’ continuar seu trabalho e missão. Isso tem efeitos concretos na forma como o Movimento Laudato Si’ se estrutura internamente, sendo composto pelo Conselho Administrativo, Conselho Consultivo, equipe e Conselho Global de Membros, bem como externamente, através dos Animadores Laudato Si’, Círculos e Capítulos Laudato Si’ e Organizações Membros.

Suzana Moreira
Suzana Moreira

Suzana, ou Suzi como gosta de ser chamada, se encanta com a natureza desde pequena. Hoje, ela é mestra em Teologia Sistemático-Pastoral pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro e tenta manter vivo seu encantamento da infância em todo o seu trabalho, seja como acadêmica, tradutora e intérprete, Animadora Laudato Si’, ativista socioambiental, embaixadora lixo zero ou como entusiasta da música.

5 1 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comments
Inline Feedbacks
View all comments